sábado, 28 de junho de 2008


Eu estava aqui lendo umas frases interessantes de Caio Fernando Abreu (que dispensa comentários), e entre elas achei isso: "Tô exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém.”. E não sei por que, não sei exatamente o motivo... Mas achei esta uma grande frase. Uma das melhores. Talvez a que explique melhor o momento, que resuma os acontecimentos ou que me deixe mais confortada.

Ou sei lá o que.

Só sei que meu amigo foi para Grécia, e foi do tipo não voltar mais. Coisa do gênero “minha vida vai ser melhor lá”. E não que ele fosse um desses amados amadores que existem aqui dentro de mim, um desses desbravadores de mundos, viajantes das estrelas ou um desses que me dão momentos de paz. Ele não era isso, jamais. Só era ele, rapaz presente e importante e importante e presente dentro de mim. Só sei que foi, e foi com toda aquela coisa de surpresa e despedidas não dadas para o coração doer menos.

¡Buen viaje!

E ele era só sorrisos com minhas moloqueirices em espanhol, minhas cantadas de quinta em inglês e meu discurso falido em português. Coisa que só quem convive muito entende, explica e compreende. Peculiaridades de toda amizade.

Hasta luego.

E agora tem um nó mal dado na minha garganta, um compasso estranho no peito e uma vontade de aproveitar ao máximo todos que eu amo. Mas aproveitar de forma legal, cuidando para não usá-los, não sufocá-los e nem deixar que a proximidade seja corroída pelo silêncio. Ser positiva e alegre, deixando que em alguns casos as memórias tomem conta, para que o as perspectivas não estraguem os momentos.

Bon Voyage

Pois... Se alguns vão. Outros com certeza irão de vir. Sendo eles donos dos meus momentos de paz, ou simplesmente presentes em mim. Eles virão, e terão o melhor de mim.

hasta mi amigo.

*Vida power corrida, logo visito todos ;)

23 comentários:

camila disse...

É Toop eu sei bem o que é isso... só no de 2006 para 2008 me mudei 4 vezes de cidade! Nem pude conhecer direitos meus novos amigos... e os que pude conhecer melhor... os deixei! Morro de saudade de cada um deles.
"Tô exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém.”
Para mim, uma ótima frase.
Beijo
=)

Silent Wings disse...

Sempre q uma porta se fecha, outra se abre, pelo menos é o que diz o ditado mas...custa muito ver partir quem se ama, mesmo quando sabemos que é isso que o outro quer e precisa...
Mas dói, dói muito... dá dor de dentes no coração!

Thaís-inha! disse...

Caio Fernando Abreu realmente dispensa comentários.

Primeira vez que visito aqui, parabéns pelo blog. Muito bom os textos.

Nataliinha disse...

Quando eles vão, dá uma SAUDAADE .

E quando a sua 'declaração', escreva .
Eu escrevi pq eu sei q ele não vai ler .
Ou não né ? Afinal no meu orkut não tem o endereço do meu blog !
Bjs =)

Яoьεяτα disse...

ahaaaaaaaaaa

acho que já vi aquela mensagem de abertura em algum lugar, rs.


beijãozão

pimentinhabm disse...

Árvore dos Meus Amigos

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato terem cruzado o nosso caminho .

Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras, apenas, vemos entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigo.

Há muitos tipos de amigos. Talvez, cada folha de uma árvore caracterize um deles. O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida. Depois, vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.

Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração são sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz felizes ...

Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e, então, é chamado de amigo namorado(a). Esse(a) dá brilho aos nossos olhos música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.

O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas. Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria.

Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam com o nosso caminho. Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade ... Hoje e Sempre ... simplesmente porque: Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós.

Há os que levam muito, mas NÃO há os que não deixam nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram POR ACASO!!!!

Janete Andrade disse...

caio f. abreu realmente dispensa comentários pra mim ele é uma versão masculina de clarice lispector - PERFEITO! :D

qdo amigos partem deixam uma saudaade, sei bem como é, já vii tantos amigos partirem... :~

;***

Carol disse...

Não sei o que mais triste. A despedida ou a falta dela!

Um beijo

Cacá BH disse...

ô.. que texto mais lindinho toop....
é foda quando a gente fica sentindo falta de uma pessoa neh...
mas olha... pensa pelo lado bom.... pensa que vc pode juntar uma grana e um dia visita-lo na grécia... E pode ter certeza de que vão aparecer outras pessoas legais na sua vida, pois eu já percebi uma coisa....
vc eh muito legal....
abraços....

LindaRê disse...

Adorei a frase: "Tô exausto de construir e demolir fantasias. Não quero me encantar com ninguém.”
Parece tão comigo, agora.
E infelizmente, as despedidas acontecem.

Beijos

Luisa disse...

Quando uma pessoa especial vai embora, o que nos conforta é que o carinho acaba se mantendo. O fio principal da amizade não se dissipa. : )

beeijos

Mary West disse...

Bela bela homenagem ao amigo e posso dizer que muito me identifikei com a beleza melancolica da frase, as vezes eu tb prefiro naum gostar muito das pessoas naum.

Salve Jorge disse...

Eu proponho
Dona dos Sonhos
Que sente-se um pouquinho
Descanse um cadinho
Que fazer as tais fantasias
Não é opção
Faz parte do caminho
É condição
Pra existir
E levar os dias
Aguentando as manias
E o que tiver de vir
Ou seja
Não podes desistir
Terás o que deseja
Ou não
Mas certamente boas histórias haverão...

Nathália disse...

Despedidas me deprimem.
Como se eu não tivesse aproveitado a presença da pessoa o suficiente; daí vem o vazio.

Mas depois passa... Sempre passa.

Beijo!

Bill Falcão disse...

Toooooooopppppppp!!!!!!Então a vida lá na Grécia tá melhor, né? Bom, se você diz, eu acredito!!

Quanto à correria, entendo, até demaissss!!!!!! Me disseram que vou ter uns refrescos, esta semana! Veremos!!!
E um bjooooooooooooo!!!

Camomila disse...

Roda mundo , roda gigante, roda moinho, roda pião....

Geminiana Doce disse...

A vida é cheia de encontros e despedidas!!!
E na maioria das vezes só percebemos o quanto gostamos de uma pessoa quando ela se afasta!!!
Mas a vida também é a arte do reencontro!!
Bjos e uma semana linda!!

Adriano DiCarvalho disse...

Acho que estamos todos correndo muito e cheios de compromissos. Também tenho devido algumas visitas.
Mas cá estou e nem vou parafrasear ninguém, pois o que tenho a dizer é simples como enxergar o talento que há em você Toop. Apenas dizer, assim simplesmente que me sinto agradecido sempre que passo por aqui e sou prestigiado com boas leituras. Por isso, deixei um presentinho pra você lá no meu cantinho. Passa lá quando puder ta!

Bjão.

NANDO DAMÁZIO disse...

Admiro pessoas como seu colega que tem coragem de mudar radicalmente e ir para a Grécia por acreditar que "a vida será melhor lá" ..
Eu também adoro Caio Fernando !!
Passando pra conhecer o blog, volto mais vezes ..
Abraço !!

forever disse...

muito bom, as always.
acho que a vida é assim mesmo, pipocada de despedidas e a garganta vive emaranhada de nós e o peito queimando dores de saudades...
por outro lado é muito bom poder lembrar...
abraço

Krika disse...

Que cosa hermosa! Mucho bueno mismo. Me gusta las palabras así. Yo estoy "enferrujada", jajaja!

Besos muchacha!

Desculpa os erros e as gafes! kkkk

Desajustada disse...

vc tm consciencia de q outros amigos virão...

alias, a grande frase me emocionou, disse tuudo q ando querendo dizer a tmps..

beijos

matheuss disse...

acho que é importante acreditar que as coisas vão mudar. senão têm coisas que perdem o sentido.