segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Depois de vinhos e pilulas coloridinhas.


Droga. Meus remédinhos e o vinho acalmaram minhas ideias imersas á dez horas de sono induzido!
(Alguém entendeu alguma coisa... ou fui só eu que viajei nessa?)
Repassando o dia:
Acordei meio-dia com uma puta ressaca, de mau humor e descabelada. Minha mãe esperou que eu esboçasse um sinal de vida e largou:

-Poderia saber onde a moça estava até ás seis da manhã? Não disse ontem de TARDE que iria no cinema com a Lana? e só volta no outro dia... e neste estado!
-Não... Você não pode saber onde estive, com quem bebi e muito menos se beijei alguém, era a sua próxima pergunta, ou não?
-(ela pronuncio meu nome completo e em um tom bem alto. MEDO) Explique-se!
-Não sinto que você tenha o direito de saber nada sobre mim... Não me ouve, só critica, me explora em tempo integral e vive dando palpite furado ¬¬.
Quero ter o direito de lhe reservar de minhas desilusões e tristezas.

-Que? que houve filha? :(
-To triste, só isso. Quero morrer de uma vez, enterrar meus sonhos em uma lata de lixo, comprar calmantes e um vinho forte e acabar de uma vez com isso. :/
-Que? e as pessoas que te amam? a tua família, amigos e o... até o Dionatan aqui pertinho...
(faço cara de choro neste exato momento)
-E quem se importa?
...
Pílulas. Vinho. E dez horas depois... já me sinto sedada contra mim mesma.
...
Eu espero que você nunca perca seu senso de maravilha,
Você coma com suficiência mas mantenha sempre essa fome,

Que você nunca tenha uma única respiração como garantida,

Eu espero que você sinta ainda pequeno quando está ao lado do oceano,

Sempre que uma porta se feche, espero que mais uma se abra

Prometa-me manter a fé nas chances de luta
E quando você tiver a escolha entre sentar ou dançar.
Eu espero que você dance...Eu espero que você dance...
Eu espero que nunca tenha medo aquelas montanhas distantes
Nunca se decida pelo caminho mais fácil
Viver pode significar pegar possibilidades, mas compensa examiná-las,

Amar pode ser um erro mas vale a pena,
Não permita que algum coração impiedoso deixe-o amargo,

Quando estiver perto de desistir, reconsidere
Dê aos céus acima mais do que apenas de um olhar de passagem,
E quando você tiver a escolha entre sentar ou dançar..
.
Eu espero que você dance...Eu espero que você dance...

4 comentários:

Sorbato disse...

mas tua mãe tava certa numa coisa... as pessoas te amam...
talvez ela não tenha citado a pessoa que mais te ama... só isso

Giovanna disse...

Por que usamos vinho na maioria dos textos?!

Que gracinha, mamãe preocupada.
*-*

Bacana o texto, guria.

Sorbato disse...

teu comment d hoje era tudo q eu queria ler na vida...
sensacao de missao cumprida eh bom demais...
mas ha muito pela frente

Lana.cansando... disse...

hei..se o sorbato aí em cima tava se referindo a quem mais lhe ama, EU, estava certo. pois EU sou a pessoa que mais te conheço apesar de não te conhecer por inteira. e posso dizer, pare com isso tatiani, já chega! não bastou todo o latim que gastei com vc naquele dia e de nada adianta vc sai com não sei quem e faz não sei quê!
estou ficando com raiva, peninha você não ganhará de mim, chega. se quer peninha procure os amigos que conhecem apenas suas fotos. estou cansando de segurar a barra por nós duas. será que você tbm pode me ajudar ou precisarei ver minha melhor amiga no fundo do poço pra ter certeza que minha vida ja está acabada a muito tempo?!?!

me achou radical, não viu nada...