sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Finaleira


E tudo acabando... (graças a D.!)
O ano vai começar daqui a pouquinho, começando coisas do zero (ó céus!)
...
-Mas Toop... eu só queria poder te fazer feliz como um dia eu fiz. Mas não sei se tenho condições de fazer isso.
(O mais engraçado é que eu não pedi para ninguém me proteger e me fazer feliz!)
*Muito menos ele.
...
Isso só pode ser a banalização da palavra feliz. Só pode! Se eu atirar uma pedra pra trás, vai acertar em alguém que gritará:
-Toop!!!! Quero te fazer feliz!
Gente... surreal!
...
Noite mal dormida, partes do corpo doendo, cabelo com personalidade própria... o que mais me espera?
*medo

2 comentários:

Giovanna disse...

Ai, que emoção, nunca disseram que meu texto é irresistível.
Muito obrigada, senhorita.

Para dizer a verdade, não gosto de vinho, mas a Anita é fã n´´umero um de qualquer coisa que tenha álcool.

beijoss

Sorbato disse...

mas há verdades e mentiras... confio que saibas diferenciar...