sábado, 5 de janeiro de 2008

Errata



Não gostaria de ter começado minhas postagens de 2008 da forma em que comecei. Mas é que, ou eu matava ou eu morria... "matei quem me matava".
Uma amiga minha se impressionou com meus textos, "bonitos e com uma tristeza em viver", mas porém ficou com a impressão de conhecer uma pessoa com um potencial incrível para o suicídio.
*Confia em mim Cami, vou ficar aqui pra amar você durante muito tempo.
...
Passei algum tempo me olhando no espelho e percebi que meu organismo conspira contra mim, conspira contra meu humor e minha tentativa de aparentar melancolia!
É assim:
Quando eu estou alegre e feliz... minha pele está horrível! Mas do contrário, quando estou triste. Pele maravilhosa e sem uma misera olheira! (o que eu deveria ter por não conseguir dormir) Nécas! Nada! Maravilhosa!!!! Até parece que eu passei a noite toda em uma clínica de estética!
Meu cabelo! Quando estou com vontade de sair e ver o mundo, ele está horroroso e com uma personalidade do cão, que nem com reza melhora o seu humor! Nécas!
Hoje... acordei soltei o cabelo e lavei o rosto, olhei no espelho e imaginem só!!!! Parecia que eu estava encenando uma propaganda da Palmolive! Cabelo com brilho próprio, cachos ondulados e caídos simetricamente em minha face, franja lisa e penteada (sem ao menos eu ter tocado nela!) e a pele de pêssego...
MATA!
Deu vontade de chorar, quem é que vai acreditar que eu estou sofrendo com uma aparência "Palmolive" assim?
*MATA!