quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008


Não Seria Legal

Não seria legal se nós fossemos mais velhos?
Então nós não teríamos que esperar tanto
E não seria legal se vivêssemos juntos
Em algum tipo de mundo em que nós pertencemos

Você sabe que vai ser muito melhor
Quando pudermos dizer "boa noite" e ficar juntos

Não seria legal se pudéssemos acordar
Na manhã de um dia novinho em folha
E depois de termos passado o dia juntos
Ficaríamos abraçados a noite inteira?

Tempos felizes tempos passado juntos
Eu queria que todo beijo fosse interminável
Não seria legal?

Talvez se pensarmos, desejarmos, esperarmos e rezarmos
Isso se torne realidade
Então baby não teria nada que não conseguiríamos fazer
Nós poderíamos casar
E então seríamos felizes
Não seria legal?

Você sabe que quanto mais conversamos
Pior fica viver sem você
Mas vamos conversar
Não seria legal?


8 comentários:

mary ienke disse...

Nossa, lindo o que você escreveu!!!
Tá nos meus favoritos, moça!

:D

o café acabou disse...

Lindo mesmo! bonita a foto também ;) sou looooooooouca por fotografia... heheh é sua mesma?
aah vim te agradecer pelos comentários no meu novo blog!
obg mesmo :D tem postagens novas lá! beijos

duarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
duarte disse...

Se desejassemos não seria legal? Linda frase!!!

Mas pense bem, não se entristeça tanto, você sempre terá as boas lembranças dos momentos que passou junto da pessoa que gosta lá no baú das suas memórias, que eu sei que é muito bonito!

Imagine que triste seria se aquela pessoa que vc amou nunca tivesse te amado? Se tudo não passasse da tua imaginação? Não estou dizendo isso apenas para te animar, mas é sabido que os mais tristes episódios para o coração são os amores jamais realizados (do Werther do Goethe até os Smiths!!!)

Além do mais, boas lembranças com um pé firme na realidade as vezes voltam a se tornar verdade.

Tiago Enes disse...

Bom texto!
Post interessante!
Parabéns !

Tenha um ótimo final de semana!

Salve Jorge disse...

Essa felicidade
Há de ter a decência
De durar uma eternidade
Ou ao menos
De ter a incongruência
De dias plenos
Que mimam a vaidade
Afinal seria maldade
Ter dias amenos
Quando tens a magnificência
Dos amores serenos
Que são sempre maiores
Que esses pedestres cegos e pequenos
Envoltos nos próprios venenos
Conformados com a própria impotência
E você com as suas cores
Nada como o olor dos amores
Então senhoras e senhores
Reverência e palmas...

Anônimo disse...

Lindinhu teu blog hein...
bjs
teh mais

Anônimo disse...

Lindinhu teu blog hein...
bjs
teh mais