sábado, 28 de março de 2009

Fly


Sempre tive esta mania de escrever, de precisar colocar as idéias para fora se não quisesse ser afogada por elas. Mas antigamente eu escrevia em cadernos, agendas e papéis que eu sempre perdia por aí, lendo um desses, lembrei que gostava de escrever para alguém, para ele. Escrever como eu via o mundo, dizer que o mundo era bonito e a música me fazia dançar. E se hoje eu escrevesse algo... Seria assim:

- Correria [...] Nenhuma palavra definiria melhor como a minha vida está.

Eu era tão idealista e sonhadora, sempre ás voltas com romances e confusões. Ninguém me reconhece mais, sou outra, sem saber se a de antes não era eu mesma, que se perdeu por aí. Enfim... Trabalho, faculdade, TCL e pouco tempo. Saio com gente que mal conheço, só converso com colegas da faculdade e conhecidos do trabalho, coisas sem importância, apenas para não esquecer que eu aprendi a falar já faz 19 anos. [...] Larguei meu All Star, meus jeans, minha camiseta do Doors. Fantasio-me de gente grande.

Mas eu sei que as coisas podem melhorar, que quando eu puder respirar, vou continuar a ver as coisas bonitas e a verdade nas pessoas. Estou tirando férias no mundo moderno, sabendo que a única modernidade que me interessa, talvez seja a das idéias. Liberdade.

Me peguei desenhando um céu, um rapaz voando em meio as anotações da faculdade. Sei que quando fecho os olhos, sou livre. [...] Enquanto desenhava, uma colega reclamava. Falava coisas que eu não estava ouvindo, coisas pequenas que ela transformou em um Coliseu:

- Calma... [nuvens no papel]

- Como calma??? Tudo está dando errado e as pessoas... Argh!

- Calma e paciência. [...] Nem todos sabem o quanto a vida é bonita.

A vida é bonita. E quando eu voltar a voar, te pego na sua casa. Com meu All Star, minha camiseta do Doors e um pote cheinho de sonhos novos para nós.

4 comentários:

Mariana disse...

adorei seu post..

ultimamente tb tnhu me fantasiado de gente grande, msm sem precisar.
Tô ansiosa pra poder voar, de calça jeans, all star e uam camiseta preta..

Mariana disse...

adorei seu post..

ultimamente tb tnhu me fantasiado de gente grande, msm sem precisar.
Tô ansiosa pra poder voar, de calça jeans, all star e uam camiseta preta..

Salve Jorge disse...

Quando eu mais sonhava
Menos fazia
Quando eu mais fazia
Mais ansiava
E se não dava
A vida parecia vazia
Daí me entorpecia
E tudo passava
Como lava
Na minha carne fria
Mas ficou o cabelo comprido
Todo e cada texto lido
E umas pitadas do poderia ter sido
Que eu assasinei
A cada recibo que assinei
Num tempo ainda indefinido...

BetA disse...

idem. tb adorei e tb quero largar minha fantasia. mas, mais parece que virou tatuagem...

damn modern world!

***