domingo, 7 de junho de 2009

PS.: na minha vida


"Denise Hennessey: [Ao admirar Ted enquanto ele passa] Ooohhh, ele é uma delícia, não é? Eu serviria café naquela bunda.

John McCarthy: [indignado] Você tem que ser tão vulgar sobre os homens? Como se eles fossem pedaços de carne?

Denise Hennessey: Desculpa, John. Eu esqueci que você é sensível por causa da sua bunda caída

John McCarthy:
Sabe, Denise, é por isso que você não é casada. [John é casado com uma
amiga dela]. Mulheres que agem como homens. E depois elas culpam os
homens por não querê-las

Denise Hennessey:
Oh, esse é o motivo? Porque eu pensei que era outra coisa. Eu achava
que era porque eu merecia o melhor e ele está por ai.. Ele apenas está
com a mulher errada. E me deixe ser clara: Depois de SÉCULOS com os
homens olhando para os meus peitos, ao invés dos meus olhos; apalpando
minha bunda ao invés de apertar minha mão eu agora tenho o direito
DIVINO de encarar um cara da forma mais VULGAR e barata que eu quiser."


Só lembrei desta frase do filme, pois acabei por falar uma frase
muito parecida nesta semana:

- Enquanto eu estiver sendo vitima e vilã desta forma chula
de amor e fidelidade... Não amarei novamente, durante, um longo tempo....

5 comentários:

Marii disse...

Adoreei.. acho o filme perfeito demais, e já disse muitas coisas parecidas, e realmente só vale a pena voltar a amar. quando tudo que dizem, escrevem e aconselham, não parecer só um jogo com marionetes..

Salve Jorge disse...

Vítima
Só se for ilegítima
Que você seria a última nessa fila
Dona vilã
Que sempre num afã
Essas coisas destila
Um passo mais e vacila
Nas flautas de Pã

Thaís - MissLexotan6mg disse...

Eu ameeeeeeeeeei essa frase da Denise no filme! E o filme tbm, perfeito!

Karina disse...

Alguns não passam mesmo de um belo pedaço de carne.
Bjos

Dani Abadie disse...

Eu sei que deve ter acontecido com todo mundo já, mas eu precisava deixar registrado "eu sempre choro nesse filme". ^^