sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Jude.

Eu era infinitamente enrolada com o Joel quando me aproximei deste cara, quando achei aquela voz de veludo, a voz mais bacana que eu poderia escutar. Quando eu fiquei BURRA outra vez. Emburreci e não consegui arrancar Joel do peito, marquei encontros e perdi datas... Quase me perdi com ele.
Loucuras de dias sem que ninguém me visse pela rua, pelas festas ou bares. Sumi de tão feliz.
Eu tinha medo de perdê-lo. Mas não deixei de marcar encontrinhos com o meu amigo, troca de livros, caminhadas pela madrugada e uma noite de álcool. Lembro como se fosse hoje:
- Estávamos nos divertindo muito. Eu tinha me esquecido o que era sair para rir com uma pessoa tão agradável... Peguei o chapéu dele e o coloquei. Estraguei meu cabelo, mas lhe arranquei gargalhadas deliciosas e inesquecíveis.
Quando tocou Beatles e eu fiz questão de dançar sozinha, ele me abraçou e disse “não esquenta”. Era estranho abraçá-lo pela primeira vez. Não era primeira vez, mas era como se fosse a única que devesse ser lembrada.
Ele tinha um perfume tão bom, a voz era tão veludo e o coração estava tão perto. Ele estava tão próximo de mim, que já não sabia mais quem estava roubando o ar de quem. E quando ele se inclinou, eu não ouvia o Paul cantando “Hey Jude”... Eu não ouvia mais nada.
Meu celular vibrou no bolso da camisa, ele se afastou e me olhou como se algo estivesse prestes a ser quebrado:
-Alô.
-Toop. Aquei é o Joel. Vem aqui fora... Estou aqui na frente. Quero falar como você.
-OK.
Eu devolvi o chapéu. Disse que tinha coisas importantes para resolver.
-Você volta?
-Não mais.
[...]
É até difícil de acreditar que este tipo de coisa aconteceu comigo, que eu ainda cometa erros tão primários. Amigos são só amigos e namorado se arruma outro. Coisas que eu deveria ter decorado aos 13 anos. Coisa de amador... Erros que me fizeram rir como nunca, dançar e ver aqueles olhinhos de avelã bem de perto... Quase grudados nos meus.
Porque será que continuo errando?

5 comentários:

apoulain9 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lana T. disse...

;/

hey

Geminiana Doce disse...

Lindona,
realmente não devemos esquecer que amigos,a maioria deles são para a vida toda enquanto alguns namorados duram apaenas semanas....
Bjos,Luz e uma semana Mágica

P.S:Na minha postagem mato sua curiosidade da minha felicidade,rsrs

Nathália disse...

Porque tem pessoas que surgem em nossas vidas justamente para nos fazer errar sempre. Sempre por elas.

"Porque será que continuo errando?"
Há um passo de completar 20 anos e ainda faço esta pergunta para mim mesma algumas vezes.

:/

BetA disse...

Acho que foi culpa dos Beatles. Tenho um fraco por Hey,Jude.
Toda vez que começam a tocá-la eu me sinto com 13 anos de novo...

[segredo: às vezes é tãoo bom...

***